Reunião de Senhoras – 23/10/2013

ASSUNTO: Alianças firmadas por Deus com os homens
TEMA: Alianças com Noé e Abraão

1- Falar do desejo de Deus em estabelecer alianças com o homem.
2- Fazer a aplicação profética.

TEXTO FUNDAMENTAL: SALMOS 105: 7 e 8.
Ele é o Senhor, nosso Deus; os seus juízos estão em toda terra.
Lembra-se perpetuamente do seu concerto (Aliança), da palavra que mandou, até milhares de gerações;

ALIANÇA significa: pacto, acordo, combinação, assumir responsabilidades.

Nas últimas semanas falamos sobre duas alianças firmadas por Deus. A Aliança no Éden e a Aliança com Adão.
O propósito de Deus com relação ao homem foi sempre o mesmo: firmar com ele uma aliança. Deus nunca mudou.
Para cada momento Deus age de uma forma buscando sempre o resgate do homem, para que possa herdar a vida eterna.
ALIANÇA COM NOÉ (GEN. 6:18)

Deus anuncia a Noé que estabeleceria com ele a sua aliança. Fala para que ele construísse uma arca, pois Deus vira que toda a terra estava corrompida e que toda a carne corrompera o seu caminho.
Deus fala a Noé: “Mas contigo estabelecerei o meu pacto e entrarás na arca, tu e teus filhos e a tua mulher, e as mulheres de teus filhos contigo. (GEN. 6:18)
Noé permaneceu firme até o fim, porque havia uma aliança firme, segura e, por isso, ele fez conforme tudo o que Deus lhe mandara.
Depois do dilúvio Deus faz uma nova aliança, agora com a humanidade (Gen. 9: 11,12 e16) que não destruiria mais toda a carne e a terra com as águas do dilúvio e colocaria sobre as nuvens o seu arco como sinal da sua promessa, demonstrando o seu grande amor e misericórdia em deixar para o homem um sinal, apontando para o Senhor Jesus, a aliança perfeita que nos resgataria.

4- ALIANÇA COM ABRAÃO (GEN. 12: 1 a 3)

Quando Deus chamou Abraão de Ur dos Caldeus, Ele fez com Abrão uma aliança eterna, que atravessaria séculos.
Deus mandou que contasse as estrelas no céu, se pudesse conta-las e lhe disse: ASSIM SERÁ A SUA DESCENDÊNCIA. (Gen. 15:5).
Ele foi provado e viveu uma grande experiência quando levou seu filho ao monte para sacrifica-lo.
O Senhor lhe disse que sua descendência seria peregrina em terra alheia e seria reduzida à escravidão e seria afligida por quatrocentos anos. (Gen. 15:13).
Abraão foi chamado “Amigo de Deus” (Tiago 2:23). Ele creu na promessa e isto lhe foi imputado por justiça.

2- APLICAÇÃO PROFÉTICA:
Noé e Abraão agradaram ao Senhor pela fé existente nas suas vidas, crendo na aliança que Deus havia feito com eles; exemplos de fidelidade.
Noé perseverou na aliança, construindo a arca por muitos anos e permaneceu firme.
Abraão creu no impossível, naquilo que seus olhos não enxergaram. (Hb.11: 7e8)
O Senhor Deus também tem feito uma aliança conosco, nos deu Jesus, mas é necessário à fé para que sejamos agradáveis a Ele, permanecendo firmes para herdarmos a vida eterna.
“Ora, sem fé é impossível agradar-lhe, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que é galardoador dos que o buscam.” Hb 11:6

Top